• Carlos Macedo

Lín dí bā jiè - 臨敵八戒 Os oito preceitos para derrotar o inimigo



Os oitos preceitos usados na Dinastia Ming por Wu Qiao.



Breve resumo sobre Wú Qiáo (吳喬)

No final da dinastia Ming e início da dinastia Qing existia um guerreiro por nome de Wú Qiáo (吳喬) nome de cortesia Xiū Líng (修齡), guerreiro que podemos considerar ser de outro mundo, totalmente fora do comum, seja no conceito literário quanto no marcial. Ele era uma pessoa que cultivava habilidades civis e militares e escreveu obras que circularam pelo mundo.


Wú Qiáo (吳喬) tem uma pesquisa muito aprofundada sobre armas, e seu amor por armas é extremamente alto.

Em seus primeiros anos, Wú Qiáo (吳喬) viu que as Planícies Centrais ainda eram caóticas e que o país estava em estado crítico, e por muitas vezes praticava tiro com arco a cavalo e, ao mesmo tempo estudou a arte da guerra de sūnwǔ e qījìguāng.


Curiosidades:

Sunwǔ (孫武) ou Sūnzi (孫子), foi o grande general e estrategista chinês do século VI Autor do clássico “Regras Militares do Mestre Sūn” (“孫子兵法”,“Sūnzi bīngfǎ ” conhecido por nós ocidentais com a Arte da Guerra.


Wú Qiáo (吳喬) convidou seus vizinhos Xia Junxuan, Xia Yuru e Lu Junting para aprenderem a arte juntos e todos os seus fundamentos. Ao Praticar eles usavam armas reais a fim de aprimorar as artes marciais realistas. A pontas das armas eram cobertas com couro e algodão, os antebraços dos guerreiros eram revertidos com algodões e bambus para proteger dos impactos, serviam como uma espécie de bracelete. Mesmo assim era comum que eles ficassem machucados e demasiados, outras vezes até mesmo sangravam. Ele em seu campo prático ele usou os Oito Preceitos para enfrentar o inimigo.

Os oitos preceitos

Texto Original

濘地還宜避,侵晨莫向東,燈前不舉手,月下勿持龍;

最惡時多酒,偏嫌腹已空,好勝休交姤,當取莫教松。


Nìng de hái yí bì, qīn chén mò xiàngdōng, dēng qián bù jǔ shǒu, yuè xià wù chí lóng; zuì è shí duō jiǔ, piān xián fù yǐ kōng, hào shèng xiū jiāo gòu, dāng qǔ mò jiào sōng. É melhor evitar o terreno lamacento, não vá para o leste de manhã, não levante a mão na frente da lâmpada, não segure um dragão sob a lua;

o pior é quando você bebe demais, mas você sente que seu estômago está vazio e quer terminar um com o outro, e deve tomar Mo Jiaosong.

Preceito 1 *Evitar o terreno lamacento*

Pintura que retrata o Terror Mongol

É aconselhável evitar o terreno lamacento ao lutar contra o inimigo. Embora você segure a Lança Longa o rei de todas as armas em sua mão, seu trabalho de pés deve ser flexível e ordenado. Se você estiver em um terreno lamacento, você deve tentar evitar entrar nele para não perder o equilíbrio ou restringir seu desempenho devido à lama, e ser levado pelo inimigo.

No cenário de guerra ou até mesmo competição (trazendo para nossos dias), você deve primeiro ser otimista em relação ao ambiente em que se encontra e escolher um terreno que seja benéfico para o seu lado.



Preceito 2 *Invadindo pela manhã, não olhe para o leste*

A Batalha dos Três Reinos

De manhã, quando você lutar com o inimigo, lembre-se de não olhar para o leste, para que o sol nascente não encandeei seus olhos. Não é que você não possa ficar de frente para o leste apenas de manhã, mas sempre preste atenção para evitar ficar de frente para onde a luz está vindo de encontro ao seu rosto, nesta circunstância, afetará sua visão e julgamento, e seu oponente estará mais atento as suas vulnerabilidades vendo seus olhos e todo o seu funcionamento. Miyamoto Musashi (宮本武蔵) também mencionou isso no livro dos cinco anéis dizendo que ao lutar, tente ser iluminado, escolha um lugar alto e seja condescendente. Quando a pontaria for ao ar livre, tente escolher as costas para o campo aberto, e há um grande espaço para aproveitar as vantagens da arma.



Preceito 3 *Não levante a mão na frente da luz*

Imagem que retrada a  Battle of Red Cliffs by Yan Yang/Li Wu
Batalha dos Três Reinos

Se você estiver na frente da vela ou da luz, e o inimigo atacar de repente, você deve evitar imediatamente o fogo e ter cuidado; nunca levante sua arma na frente do fogo, porque o fogo Os olhos produzirão um fantasma de pós-imagem, e até mesmo os olhos ficarão temporariamente cegos. Se você atacar precipitadamente neste momento, o inimigo tirará sua vida neste momento.



Preceito 4 *Não segure um dragão sob a Lua*


Pintura em busca de dragões de Bill Bell

O luar à noite é brilhante, mas a terra ainda está escura, e a olho nu não pode ver completamente o movimento do inimigo, nem as armas usadas pelo inimigo, nem a lança do inimigo. Se você optar por lutar com o inimigo neste momento, suas profundas habilidades de combate serão difíceis de exercer, e você será morto por um ataque furtivo de um inimigo fraco. Portanto, você não deve escolher lutar contra o inimigo sob a lua à noite se for habilidoso em artes marciais.



Preceito 5 *Não se embreague*


Guan Yu e Cao Cao Bebem vinho até ficarem embriagados
Parte do filme The Lost Bladesman


A pior hora para beber demais é a coisa mais repugnante e mais tabu para um mestre de armas com alta pontaria é beber muito álcool ao enfrentar o inimigo em batalha. Antes de enfrentar o inimigo, não beba muito porque você é ganancioso por copos de bebidas alcoólicas , ou porque você acha que é bom nisso, ou porque você é estimulado por outros, porque um pouco de álcool prejudicará a consciência das pessoas, o equilíbrio e as tomadas de decisões. O inimigo que vem será humilhado ou morto por causa do vinho.



Preceito 6 *Não esteja de estomago vazio*




Evite estar de estômago vazio antes da batalha, deverá ajustar minha dieta adequadamente, e não comer muito; Evite passar longos períodos sem comer deixando seu estomago vazio, deveria ajustar minha dieta adequadamente, e não comer muito; relaxará sua mente, com sua mente relaxada não terá forças nem para segurar uma arma; o inimigo está cheio de fome e sedento por sangue e você nessas circunstâncias será derrotado ao enfrentar o inimigo. Os soldados de hoje são frequentemente atingidos pela manhã, e muitos filhos dos soldados não têm o hábito de tomar café da manhã, o que é muito desvantajoso no combate real, principalmente na batalha com armas longas.


Preceito 7 *economize energia e persiga a vitória*




Um mestre de armas que persegue as artes marciais finais, ele deve buscar a vitória perfeita de todo o coração. Portanto, não faça sexo com o sexo oposto antes da batalha inimiga, para não consumir muita força mental e física, assim evitando afetar a habilidade com armas. Na batalha de guerrilha, os requisitos físicos da lança ainda são muito altos.



Preceito 8 *treine suas tropas, não subestime o inimigo*


Ao pegar aqueles que não ensinam soldados soltos, é uma maneira complicada, e a linha de frente da vida e da morte é feroz e perigosa; ao enfrentar o inimigo, não hesite um pouco, não se mova lentamente, não subestime o inimigo , não seja de coração mole, e não leve com arrogância lentamente. Se você quer matar alguém, tire sua vida de acordo com a lei; se o inimigo for derrotado, você deve tirar sua vida imediatamente. Você não deve hesitar ou ser arrogante para levar sua vida devagar, para que a situação não mude de repente. O treinamento com armas longas precisa ser feito com frequência, para que seu poder possa ser integrado à arma.


 


Autor Carlos Macedo


Discípulo da Mestre Renata Balestrini, Professor de Kung Fu Hung Gar na Punhos Unidos, Sócio fundador da Viver Marcial, estudante e amante da Cultura chinesa, Diretor de eventos da Liga Cearense de Hung Gar

45 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo